Autor: Sérgio Telles

  • PSICANÁLISE NO MUNDO

    Dezembro de 2021 – Vol. 26 – Nº 12 Sérgio Telles   Resenha do último livro de Adam Phillips, o prolifico analista e escritor inglês, que – como diz o autor do texto – mais uma vez traz curiosidade, prazer e dúvidas em relação à pratica psicanalítica, com a linguagem acessível e estilo instigante aprendidos com Winnicott, tema de seu …

  • RESENHA DO FILME “JE SUIS KARL” NO NETFLIX (*)

    Novembro de 2021 – Vol. 26 – Nº 11 Sérgio Telles   O filme ”Je suis Karl”, de  Christian Schwochow, embora um tanto esquemático, é uma boa representação do ressurgimento da direita radical que vivemos atualmente. A ação se passa numa Alemanha assustada com as ondas migratórias, principalmente as muçulmanas, que provocam a reanimação dos fantasmas da supremacia branca e …

  • 75 FOLHAS OU “SOIXANTE-QUINZE FEUILLETS”, DE PROUST

    Setembro de 2021 – Vol. 26 – Nº 09 Sérgio Telles Em abril próximo passado, a Editora Gallimard publicou o derradeiro texto inédito de Proust, o rascunho mais antigo do que viria a ser o “Em busca do tempo perdido”. Vem de longe a história desse manuscrito. Ao morrer em 1922, Proust deixou seus papeis para o irmão Robert. Em …

  • PSICANÁLISE NO MUNDO – JULHO 2021

    Agosto de 2021 – Vol. 26 – Nº 08 Sérgio Telles   Professora de literatura, escritora e psicanalista, a mineira Ana Cecília Carvalho dá uma entrevista em que fala de seus afazeres com a palavra escrita e falada. Bienal Mineira do Livro promove encontro com escritora Ana Cecília Carvalho – Cultura – Estado de Minas Artigo de Maria Rita Kehl …

  • Sobre O CORPO INTERMINÁVEL, de Claudia Lage

    Julho de 2021 – Vol. 26 – Nº 07 Sérgio Telles O livro “O Corpo interminável”, de Claudia Lage, realiza a difícil proeza de escrever sobre um tema como a tortura de presos políticos nos anos da Ditadura, que provoca fortes reações, transcendendo o tom de denúncia documental e alçando o plano da literatura. E o faz sem trair a …

  • ASPECTOS DO NEGACIONISMO NO MAL-ESTAR DE HOJE (*)

    Junho de 2021 – Vol. 26 – Nº 06   Sérgio Telles   É verdade que o mal-estar é estrutural, decorre da necessidade de reprimir as pulsões sexuais e agressivas, para que seja possível nossa convivência em comunidade, como Freud dissecou em sua grande obra “O mal-estar na cultura”. É um tema vasto e inesgotável. O que pretendo na palestra …