Autor: Sérgio Telles

  • SOBRE O LIVRO “NO JARDIM DO OGRO”, DE LEILA SLIMANI (*)

    Sérgio Telles   Obcecada por sexo, Adèle não consegue exercer seu papel de mulher de um médico de classe média alta e mãe de um filho pequeno, muito menos realizar seu trabalho como jornalista. Todo seu tempo e energia são tragados pela ninfomania que a domina e consome. Ela despreza os valores “burgueses” do seu entorno social. Coloca-se de maneira …

  • REVOLUÇÃO ESTÉTICA E INCONSCIENTE (*)

    Sérgio Telles   Resenha de Jacques Rancière, O inconsciente estético – São Paulo, Editora 34, 2009, 80 pp   Porque o Édipo de autores do período clássico francês como Corneille e Voltaire era tão diferente do Édipo de Sófocles? Essa é uma das perguntas que Jacques Rancière vai responder em seu livro “O inconsciente estético”. Nele Ranciere propõe a ideia …

  • A ESCRITA FEMININA DE “CARTA À RAINHA LOUCA”, de Maria Valéria Resende (*)

    Sérgio Telles   Apesar de não ser crítico de literatura, penso que esse livro de Maria Valéria Resende (MVR), “Carta à rainha louca”, bem se prestaria às discussões que já foram mais calorosas mas que, a meu ver, mantêm seu interesse, sobre a existência de uma literatura especificamente feminina, reveladora da condição da mulher num mundo controlado pelos homens. Helène …

  • PSICANÁLISE E A IDEOLOGIA DO PATRIARCADO – CONSIDERAÇÕES SOBRE A “MASCULINIDADE TÓXICA”

    Sérgio Telles   As guerras culturais travadas hoje se assemelham às antigas (e atuais) guerras religiosas. Regidas pelo politicamente correto, as redes sociais estimulam a intolerância dos combatentes e montam fogueiras inquisitoriais para o sacrifício dos que caem em desgraça. Entre as causas em disputa, têm lugar de destaque as questões ligadas à sexualidade, quer seja no que diz respeito …

  • PSICANÁLISE NO MUNDO – SELEÇÃO DE LINKS COM ARTIGOS LIGADOS À PSICANÁLISE E PSIQUIATRIA – MARÇO 2019

    A misoginia é hoje um tema capital. Em detalhada resenha do livro “Down Girl: The Logic of Misogyny”, de Kate Manne, o conhecido psicanalista inglês Adam Phillips faz uma sintética apresentação de como a psicanálise entende a misoginia, o que é apropriado para ressaltar o enfoque diverso de Manne. Diz ela: “Procuro entender a misoginia de dentro, a partir dela …

  • “Roma”, de Quarón

    Sérgio Telles   Nem todos gostam de “Roma”, o premiado filme de Alfonso Cuarón. O comentário mais comum é que o filme é devagar demais e que “nada acontece”. Também tive inicialmente essa impressão e, como o via em casa pela Netflix, por pouco não cedi ao impulso de me levantar e fazer alguma outra coisa, desistindo da exibição. Ainda …