Volume 11 - Março de 2006
Editor: Giovanni Torello


Junho de 1999 - Vol.4 - Nş 6

Psiquiatria Baseada em Evidências

PubMed - Segredos e Mentiras na pesquisa da MEDLINE pela página oficial da National Library of Medicine

Dr Antonio Carlos Lopes

Recentemente, em um artigo anterior desta coluna, e atualmente, na seção de "Links" deste periódico, podemos encontrar referências a várias páginas na Internet as quais oferecem acesso, tanto gratuito quanto pago, à base de dados MEDLINE, da "National Library of Medicine" dos Estados Unidos. No Brasil, freqüentemente buscamos artigos na MEDLINE pesquisando diretamente na biblioteca mais próxima, em CD-ROMS, dirigindo-se à BIREME ou procurando diretamente na página da BIREME na Internet.

A maioria dos usuários não sabem, no entanto, que ao realizarmos uma mesma pesquisa, utilizando-se de uma mesma base de dados (no caso, a MEDLINE), em diferentes meios (CD-ROM, Internet), comercializada por diferentes empresas, habitualmente encontramos diferentes resultados.

Inúmeras razões explicam este fato: primeiramente, é fundamental que cada serviço de acesso à MEDLINE atualize periodicamente sua base de dados. A freqüência de atualização e o tempo decorrido desde que novos registros foram incorporados variam de acordo com os produtos de cada empresa. Alguns são renovados semanalmente; outros, passariam meses sem qualquer citação adicionada. Além do mais, diferentes serviços oferecem diferentes facilidades de uso da base de dados. Umas são mais simples de usar; outras, mais complexas. Não se iluda, porém: freqüentemente, o mais simples também é o mais incompleto e falho. Determinadas páginas de acesso permitem apenas pesquisas simples por assunto, por título ou por autor. Embora isto seja o suficiente para muitas pesquisas comuns, citações a muitos artigos imprescidindíveis podem não ser localizadas, se nos utilizarmos desta estratégia. Certos servidores, também, não permitem o uso direto de operadores "booleanos" (AND, OR, NOT), ou então os restringem. Noutros casos, abandona-se o uso de operadores booleanos, tentando-se permitir ao usuário utilizar-se de expressões mais próximas de sua linguagem natural do dia-a-dia, ao combinar diferentes pesquisas (por exemplo, "qual a prevalência de transtorno afetivo bipolar?"). Estratégias assim fazem uso das chamadas técnicas de "fuzzy logic" para a procura de dados, e correm o risco de diminuir a especificidade de uma busca, recuperando muitas informações sem nenhuma relação ao tema da pesquisa.

Dentre os inúmeros serviços de acesso à MEDLINE, merecem destaque as páginas oficiais da "National Library of Medicine" (NLM). Nelas, encontramos dois grandes "sites" de acesso à MEDLINE: o "Internet Grateful Med" (http://igm.nlm.nih.gov/) e o "PubMed" (http://www.ncbi.nlm.nih.gov/PubMed). Por serem páginas oficiais dos organizadores da MEDLINE, possuem algumas vantagens em relação a outros serviços. A primeira delas refere-se à peridiocidade de atualizações. Nenhuma outra empresa comercializando a MEDLINE consegue atualizar tão frequentemente seus dados quanto a NLM. Registros são adicionados diariamente. Ademais, para o cruzamento de assuntos, utilizam-se operadores booleanos, maximizando resultados.

Qual a diferença entre os dois serviços? No Internet Grateful Med (IGM), a interface de busca é mais simples. Como vantagem, permite o acesso também a outras bases de dados administradas pela NLM (como a TOXLINE, a AIDSLINE, etc.). Como desvantagem, não oferece tantas opções de busca em seus campos de pesquisa. Isto significa que, se você por exemplo desejar encontrar um artigo do tipo revisão em determinada revista, publicada em certo ano, sobre um assunto específico, provavelmente terá dificuldades para encontrá-lo via IGM. Costuma ser mais eficiente, portanto, em buscas mais simples. Em buscas "profissionais", o PubMed situa-se como o "gold standard" da MEDLINE. Sua interface, no entanto, não é tão simples ("user friendly") o quanto parece. Representa uma ferramenta extremamente poderosa em termos de opções de busca e recuperação de dados, mas exige um mínimo de conhecimentos de quem a utiliza. Alguns "pequenos segredos" fazem a diferença entre uma pesquisa confiável e uma duvidosa. Pretendo, a seguir, comentar um pouco sobre alguns desses "segredos".

Em primeiro lugar, ao entrar na página da PubMed na Internet, prefira sempre realizar sua pesquisa através do recurso de "Advanced search", selecionada na coluna lateral da página. Entrando no "site" de "Advanced search", você encontrará as seguintes opções:

Advanced MEDLINE Search               

Search Field: Mode:


 

Em "Search Field", estão disponíveis as várias opções sobre quais tipos de dados você deseja obter. Selecionando-se a seta ao lado de "All Fields" (todos os campos), aparecerá uma lista de diferentes tipos de dados: nome de autor, edição, nome do periódico, data da publicação, língua, MeSH Terms, nome de substância, palavras do texto do resumo, palavras do título, etc. Selecione exatamente aquilo o que deseja buscar. Por exemplo, se estiver interessado em artigos sobre esquizofrenia, poderá digitar "schizophrenia" (em inglês, preferencialmente) ao lado da palavra "Search", selecionando em "Search Fields" por MeSH Terms (palavras-chave). Caso não tenha certeza se "schizophrenia" existe como MeSH Terms, ou não saiba se digitou a palavra corretamente, selecione a seta ao lado de "Automatic". Aparecerão então duas opções: "Automatic" (automático), ou "List Terms" (listar termos), em "Mode". Selecione "List Terms" e proceda então a "Search" (busca). Você receberá uma página contendo uma lista de palavras correlatas ou sinônimos, quando existirem, àquela palavra. Cabe a você selecionar inicialmente com o "mouse" e posteriormente com o comando "Select", qual palavra deseja utilizar. Se não tiver dúvidas sobre qual o termo correto de uma pesquisa, deixe o item "Mode" sempre na opção "Automatic".

Advanced MEDLINE Search               

Search Field: Mode:


 

Agora façamos de conta que seu interesse seja o de recuperar todos os artigos de revisão sobre esquizofrenia, não importando se esquizofrenia aparece como palavra-chave, ou se é uma palavra citada no título das citações. Nestes casos, obrigatoriamente necessitamos realizar várias buscas: na primeira delas, efetuamos a procura de esquizofrenia como MeSH Terms. Depois, em um segundo passo, procuramos por artigos que tenham o termo esquizofrenia escrito no título. Necessitamos, a seguir, unir o conjunto de citações a artigos da primeira busca, ao conjunto de citações da segunda (soma de citações). Esta união é representada pelo uso do operador booleano "OR", formando um novo conjunto de dados. Após a união, procedemos à extração de todos os artigos de revisão. Neste caso, realizamos primeiramente uma busca pelo conjunto de todos os artigos de revisão indexados na MEDLINE (escrevendo "review" - revisão - em "Publication type), seja qual fôr o tema. Concluindo, precisamos achar a intersecção entre todos os artigos de revisão da MEDLINE e as citações a artigos sobre esquizofrenia anteriormente selecionados. Esta se realiza através do comando booleano "AND".

Em termos práticos, proceda da seguinte forma:

Escreva "schizophrenia" e escolha por MeSH Terms em "Search Field". Selecione então "Search". Recebe-se a seguir a seguinte tela:

Current Query                                                                       

 Search : schizophrenia[MeSH Terms] -->
Number of documents to display per page: Entrez Date limit:  

 


Add Term(s) to Query :                                                  

Search Field: Search Mode:
Enter Terms:

Enter one or more author last names, text words, or other keywords. To search for all terms that begin with a given word, place an asterisk (*) at the end of the word. Journal Titles must be MEDLINE abbreviations; Author names must be in the form LastName Initial(s), e.g. Smith BJ. The initials can be omitted. Detailed Help is available.

Clear All

 

Para realizar a segunda busca, digite "schizophrenia", desta vez, no campo para "Enter Terms", na área "Add Term(s) to Query" (adicione termos à busca). Mude o "Search Field" para "Title Word". Selecione "Search".

Recebemos, a seguir, uma nova tela. Digite agora "review" (revisão), ao lado de "Enter Terms" e mude "Search Field" para "Publication Type" (tipo de publicação). Novamente, selecione "Search".

Ao final, temos a oportunidade de receber uma nova tela, com todas as buscas interligadas, automaticamente, por operadores "AND": schizophrenia[MeSH Terms] AND schizophrenia[Title Word] AND review[Publication Type]. Certamente, não é desta forma que desejamos combinar nosso dados.

Perceba que existe uma área inferior na tela, com o cabeçalho "Modify Current Query":

Modify Current Query :


Term (Total Records)


for the of the
selected terms.

Esta área possui a função de permitir a combinação entre si dos diferentes termos pesquisados, possibilitando o uso de vários operadores booleanos ("AND", "OR", e "BUTNOT", além do intervalo entre dados "range", mais usado para selecionar intervalos de datas).

Agora é mais simples: selecione com o "mouse" simultaneamente "schizophrenia"[MeSH Terms] e schizophrenia[Title Word]. Selecione, ao invés de "Intersection (AND)", a expressão "Union(OR)". Selecione "Search". Receberemos, então:

Modify Current Query :


Term (Total Records)


for the of the
selected terms.

 

Tudo o que necessitamos fazer, agora, é selecionarmos com o "mouse" tanto review[Publication Type], quanto a frase "schizophrenia"[MeSH Terms] OR schizophrenia[Title Word]. Escolha por "Intersection(AND)" e selecione "Search".

Está terminada sua busca. A seguinte mensagem será recebida:

Current Query

 Search : (review[Publication Type] AND ("schizophrenia"[MeSH Terms] OR schizophrenia[Title Word])) -->
Number of documents to display per page: Entrez Date limit:

Encontramos, portanto, 3814 artigos de revisão sobre esquizofrenia, de 1966 até hoje. Como são muitos artigos, talvez somente nos interessem aqueles publicados, por exemplo, no último um ano. Se assim desejar, selecione em "Entrez Date limit" por "1 Year". Selecione então "Retrieve" e receberá a seguir a lista de todos os artigos publicados no período do último um ano.

Com um pouco de prática, perceberá que os procedimentos não são tão complicados quanto parecem, à primeira vista. Tome cuidado, apenas, com algumas "mentiras":

Freqüentemente, escolhemos pela opção "All Fields" no campo "Search Field". Isto costuma ocorrer, por exemplo, quando possuímos o intuito de recuperarmos todos os artigos publicados sobre determinada droga, pensando em encontrar referências a esta palavra em qualquer lugar, seja nas palavras-chave dos artigos, seja nos textos do resumo ou do título, ou seja como indicador a nome de substância. Em teoria, a opção "All Fields" teria a função de procurar em qualquer campo de pesquisa. Na prática, isto não acontece. Caso procure por referências à reboxetina, por exemplo, prefira utilizar a opção "Substance Name". Se necessitar de mais referências, associe a busca anterior à procura em "Title Word" e/ou "Text Word". Provavelmente, encontrará uma quantidade maior de artigos, ou com maior especificidade, do que se preferisse utilizar simplesmente "All Fields". Novamente, nem tudo o que parece simples é útil.

Use e abuse dos recursos do chamado "MeSH Browser". Este interessante recurso, permite que se descubra quais são os MeSH Terms utilizados para determinado assunto de nosso interessante. Adicionalmente, temos a oportunidade de verificar como este assunto está organizado dentro da árvore hierárquica de MeSH Terms, possíveis sinônimos ao termo introduzido e subitens do MeSH Term escolhido.

Digamos que nosso interesse seja descobrir se fobia social ("social phobia") é um MeSH Term, e quantos artigos temos publicados sobre este tema. Neste caso, entre em MeSH Browser, digite "social phobia" e selecione "Search". Prontamente, receberá a seguinte mensagem:

social phobia is not a MeSH term, but it is associated with the MeSH term Phobic Disorders.

Phobic Disorders[Detailed Display][Add To Query]                                    

Anxiety disorders in which the essential feature is persistent and irrational fear of a specific object, activity, or situation that the individual feels compelled to avoid. The individual recognizes the fear as excessive or unreasonable.

MeSH Tree Location

All MeSH Categories
      Psychiatry and Psychology Category
            
Mental Disorders
                  
Anxiety Disorders
                        Phobic Disorders

Logo, "social phobia" não é um MeSH Term. Está associado, no entanto, ao termo mais genérico de transtornos fóbicos ("Phobic Disorders"). Note que os transtornos fóbicos encontram-se em um nível hierarquicamente inferior ao MeSH Terms de transtornos de ansiedade, o qual se encontra abaixo dos transtornos mentais. Selecionando "Detailed Display", teria a oportunidade de escolher diferentes aspectos dos transtornos fóbicos para procurar, por exemplo: transtornos fóbicos/epidemiologia, ou transtornos fóbicos/tratamento, etc. Ao final, selecione o item de retorno à página de pesquisa no PubMed, e as citações de seu interesse estarão à sua disposição.

Muitos outros recursos, segredos e truques encontram-se à sua disposição no PubMed, como métodos para encontrar citações, nomes de revista, ou tipos de desenho metodológico. Espero poder ter desvendado alguns dos segredos necessários à utilização desta importante ferramenta, no sentido de conduzir as pesquisas mais comuns. Não se iluda, porém: somente através da prática será possível desvendar estes e outros segredos escondidos em suas páginas. Não se iluda pela aparente complexidade, nem se deixe levar pela preguiça. Lembre-se sim de incluir o PubMed em seu "bookmarks".


TOP