Psyquiatry online Brazil
polbr
Volume 22 - Novembro de 2017
Editor: Giovanni Torello

 

Setembro de 2013 - Vol.18 - Nº 9

France - Brasil- Psy

Coordenação: Docteur Eliezer DE HOLLANDA CORDEIRO

Quem somos (qui sommes-nous?)                                  

France-Brasil-PSY é o novo espaço virtual de “psychiatry on  line”oferto aos  profissionais do setor da saúde mental de expressão  lusófona e portuguesa.Assim, os leitores poderão doravante nela encontrar traduções e artigos em francês e em português abrangendo a psiquiatria, a psicologia e a psicanálise. Sem esquecer as rubricas habituais : reuniões e colóquios, livros recentes, lista de revistas e de associações, seleção de sites.

Qui sommes- nous ?

France-Brasil-PSY est le nouvel espace virtuel de “psychiatry on line”offert aux professionnels du secteur de la santé mentale d’expression lusophone et française. Ainsi, les lecteurs pourront désormais y trouver des traductions et des articles en français et en portugais  concernant la psychiatrie, la psychologie et la psychanalyse. Sans oublier les rubriques habituelles : réunions et colloques, livres récentes, liste de revues et d’associations, sélection  de sites

SOMMAIRE (SUMÁRIO):

 

  • 1. CLAIRE MESTRE E O AMOR DOS OUTROS
  • 2. LIVROS RECENTES
  • 3. RÉUNIÕES E COLÓQUIOS
  • 4. REVISTAS
  • 5. ASSOCIAÇÕES


  • 1) CLAIRE MESTRE E O AMOR DOS OUTROS

    Referência : Claudia Courtois, jornal Le Monde  de  16.07.2013

    À primeira vista, a psiquiatra e antropóloga Claire Mestre, com sua voz suave e  equilibrada,  parece uma pessoa frágil e delicada. Esta primeira impressão vai desaparecer muito rápido quando aprendemos  a realidade da sua história, de suas paixões e de sua profissão: desde 1994, no hospital Saint-André (CHU) no centro da cidade de Bordeaux, ela abriu uma consulta para  o acompanhamento etno-psicanalitico de  pacientes emigrantes dos quais  80% não falam francês.

    Desde essa data,  ela escuta  estes pacientes que estão  em situação precária, cujos percursos muitas vezes são marcados  por sofrimentos físicos - vítimas de torturas - e psíquicos. Requerentes de asilo apresentando  graves estados traumáticos, mulheres solteiras ou jovens mães com seus bebês, famílias inteiras deambulando pelas  ruas e caminhos da emigração, marcados por separações  violentas, torturas, estupros... O percurso profissional  de Claire Mestre foi recohecido muito recentemente,  em junho, quando  recebeu as insígnias de Cavaleira da Ordem  Nacional do Mérito (França).

    ADOLESCENTES E JOVENS ADULTOS  IMIGRANTES

    Com sua equipe de psicólogos, antropólogos e tradutores (cerca de 20 tradutores disponíveis em função  das necessidades), a responsável  da unidade de consulta de medicina transcultural também recebe adolescentes e jovens adultos vindos da imigração. Ela constata "uma explosão do número de menores desacompanhados nos últimos anos’’. A  associação que dirige, Mana, fundada em 1992 e  situada  no hospital Saint-André, participa das consultas do hospital. Um dispositivo de cuidado, de prevenção e de  pesquisa,  frágil porque ele  depende de subsídios públicos: "Nossa situação é muito precária, podemos  muito bem ser estrangulados financeiramente e, neste tempo de crise, é ainda mais difícil convencermos parceiros públicos", suspira  Claire Mestre,  praticante hospitalar originária de Clermont-Ferrand.

    Todavia, sua maneira de abordar a questão é uma referência em matéria de formação  e cuidados de emigrantes. Todos os dias, ela convive com a miséria, a tristeza e com pessoas  com seus percursos  machucados, muitas vezes encalhadas  na França por não haverem encontrado  um outro lugar melhor. "É um encontro íntimo com o outro, com pessoas e histórias que nunca encontrariamos na rua," assegura esta pesquisadora universitária  de  Paris-V. É na sala de consulta, sem frescuras ou encantos, que tudo acontece: um diálogo entre o indivíduo e a equipe. "Há  dois aspectos que o prático deve gerir:a raiva e a impotência", analisa  Claire Mestre. Ela assume isto  graças a experiência que adquiriu: "com o passar do tempo, não nos deixamos invadir  pelo outro . Somos também ajudados pelas sessões de supervisão coletiva com uma psicanalista exterior. Ao mesmo tempo, nosso trabalho é gratificante porque permitimos  que os outros possam melhorar.’’

    Suas leituras, o ensino e a escrita – ela é notadamente editora-chefe do jornal L'Autre, culturas, clínicas e sociedades – permitem-lhe  este recuo necessário e aguça-lhe  a sensibilidade, "fundamental em relação ao que você está fazendo porque o outro confia em você, à condição de sentir  uma escuta  e uma  sensibilidade sinceras".

    Em Bordéus, os cuidados são dados por meio  da palavra e pela mediação artística. "Mas as pessoas são muitas vezes pouco loquazes: é preciso  muito tempo e confiança para que elas consigam se exprimir", explica Claire Mestre. . Ela se lembra de um jovem menor de Kinshasa, Congo, considerado um feiticeiro suspeito de ter comido seus pais em sua terra natal. O adolescente estava num estado lastimável. A maneira de entrar em contacto com ele e com os outros é feita gradualmente, através de contos de fadas como O Patinho Feio ou histórias mitológicas, como a Odisseia de Ulisses.

    UM LIVRO DE CORRESPONDÊNCIAS

    Claire Mestre tornou-se parceira com a pesquisadora e escritora  Marie Rose Moro, pedo-psiquiatra parisiense, que ela encontrou 20 anos atrás. Marie Rose Moro é a inventora  dos dispositivos de Psiquiatria transcultural para  bebês e crianças de segunda geração. Elas se encontram  pelo menos uma vez por semana no Hospital Cochin, onde a Senhora Moro é a chefe do serviço da Casa dos adolescentes.A psiquiatra de Bordéus faz parte da equipe  de pesquisa sobre  a adoção internacional de emigrantes criada  no dito hospital.

    DESEJO DE ALTERIDADE

    Claire Mestre é às vezes chamada pelos serviços do Centro Hospitalar Universitário (CHU) para resolver situações onde o emigrante, que ignora a língua ou a cultura, recusa qualquer tratamento. Uma enfermeira lembra-se de algumas das suas intervenções com uma pessoa trancada num quarto fechado do hospital. Três quartos de hora depois, o paciente concordou em ser tratado. "Seu trabalho facilitou a  adesão do sujeito ao  protocolo  terapêutico. De fato, como aceitar uma medicação quando não se compreende o tratamento, quando existe uma relação corporal à doença, à saúde diferente em virtude de sua cultura?, explica a enfermeira que trabalha há  18 anos no CHU."

    Claire Mestre também trabalha  de maneira esporádica  em serviços nos quais muitos médicos não procuram compreender o emigrante, trantando somente  o seu  corpo e levando em conta apenas  a técnica sem ver o humano.

    Um pai biológico malgaxe que ela nunca conheceu, seu pai adotivo marcado pela guerra da Argélia e professor num liceu profissional; sua mãe, assistente social, que, entre outras coisas, cuidou de  mulheres numa  Casbá de Argel... Esta identidade e  história dda família forjaram o desejo de alteridade de Claire Mestre. "Não é trivial escutar  os traumatismos  dos outros porque eu mesmo me reconheci nesses pontos de encontro".

    Juntas, Claire Mestre e Marie-Rose Moro  acabam de publicar um livro de correspondências (Je t'écris de..., La Pensée Sauvage, 192 p., 23 €). "Claire Mestre  é uma mulher  resoluta, dotada de criatividade e muita  paixão’’, resume Mme Moro.

    2) LIVROS RECENTES

    ** Le masochisme

    ANDRÉ Serge 

    Gironde, Lormont, Le Bor de l’eau, collection ‘’La Muette’’

    2013 - 7 €

    **Le sadisme 

    ANDRÉ Serge 

    Gironde : Lormont, Le Bor de l’eau, coll. ‘’La Muette’’,  2013 -  7 €

    **Les enveloppes psychiques

    J.DORON, D. HOUZEL, E. MISSENARD

    Paris, Dunod, 2013-  24 €

    **Penser la psychanalyse : avec Bion, Lacan, Winnicott, Laplanche, Aulagnier, Anzieu, Rosolato

    GREEN, André

    Paris, les éditions d’Ithaqu, 2013- Br.  20 €

    **L’école de Palo Alto

    PICARD Dominique, MARC Edmond

    Paris, PUF, 2013-   9€

    **Joyce McDOUGALL

    Société Psychanalytique de Paris

    Colloque 2012

    Sous la direction de Bernard CHERVET  et Paul DENIS

    Paris,  Société Psychanalytique de Paris, 2013-  15€

    **Les théâtres de Joyce McDOUGALL : l’héritage d’une psychanalyste engagée

    Sous la direction de Sander KIRSCH, Jacques VAN WYNSBERGHE

    Toulouse, EPEL, 2012 -   23€

    **Évolution psychiatrique (L’). 78-1 Réhabilitation

    Issy-les-Moulineaux, Elsevier, 2013-   28 €

    **Tristesse business : le scandale du DSM5

    LANDMAN, Patrick

    Paris : Max Milo, 2013-   12€

    **L’anthropologue et le monde global

    AUGE Marc

    Paris :Armand Colin, , 2013-   21,90 €

    **La bioéthique, pour quoi faire ?

    Par les membres du Conseil consultatif national d’éthique ; coordonné par Ali  Bemmaklouf

    Paris : PUF, 2013 -  13 €

    **Le fétichisme 

    ANDRÉ Serge 

    Paris : Dunod, 2013 -   7 €

    **Autour de l’œuvre de Jean-Paul VALABREGA : permanence et métamorphose

    Sous la direction de Jean-Jacques BARREAU

    Paris, In press, 2013 -   22 €

    **Marx, Lacan: l’acte révolutionnaire et l’acte analytique

    Sous la direction de S.LIPPI, P. LANDMAN

    Toulouse : Erès, 2013-  29,50 

    **L’avenir de la haine

    LE BRUN Jean-Pierre

    Paris : Fabert, 2013-  3,95 

    **Mon corps et ses images

    NASIO Juan-David

    Paris : Payot, 2013-  9,15 

    **Du temps pour soi : conquérir son temps intime

    SCHIMITT Laurent

    Paris : Odile Jacob, 2013-  8,90 €

    **Mal de femme : la perversion au féminin

    ABELHAUSER Alain

    Paris: Seuil, 2013-  24 €

    **Le générationnel : approche en thérapie familiale Psychanalytique

    A.EIGUER, A.CARIL, F. ANDRÉ-FUSTIER

    Paris : Dunod, 2013-  22 €

    **Psychopathologie et handicap de l’enfant et de l’adolescent : approches cliniques

    J-Y. BARREYRE, C. BURSZTEIN, A. CICCONE

    Toulouse : Erès, ,2013-   26,00 

    3) REUNIÕES E COLÓQUIOS

    *OUTUBRO 2013

    Em Brest(Finistère), dias 11 e 12: o Agrupamento dos hospitaos  de dia psiquiátricos Bélgica-França-Suissa   organisa o XXXXI colóquio sobre o tema

    4) REVISTAS

    L’Evolution pychiatrique

    L’Information psychiatrique

    Impacte Medecine

    La Revue Française De Psychiatrie Et De Psychologie Médicale

    L’Encephale

    Psychiatrie Française

    L’Autre, Culture et Sociétés

    5)ASSOCIAÇÕES

    *Mission Nationale d’Appui En Sante Mentale

    *Association Française De Psychiatrie Et Psychologie Legales (Afpp)

    *Association Française De Therapie Comportementale Et Cognitive (Aftcc)

    *Association Francophone De Formation Et De Recherche En Therapie Comportementale Et Cognitive  (Afforthecc)

    *Association De Langue Française Pour L’etude Du Stress Et Du Traumatisme (Alfest)

    *Association Pour La Fondation Henri Ey

    * Association Française de Thérapie du Traumatisme des Violences Sexuelles et familiales et de Prévention (AFTVS) Site internete: www.psylegale.com

    *Association Aquitaine pour L'information Médicale et l'Epidémiologie en Aquitaine AAPIMEP

    *Association Française des Psychychiatres. d'Exercice Privé AFPEP

    *Association  pour la Promotion de l'Assur. Qualité en Santé Mentale ANCREPSY

    *Association  Scientifique des Psychiatres de Secteur ASPS *Association Francophone de Formation et de Recherche en Therapie Comportementale et Cognitive (A.F.FOR.THE.C.C.)

     

     


    TOP