Volume 22 - Novembro de 2017
Editor: Giovanni Torello

 

Maio de 2011 - Vol.16 - Nº 5

COLUNA PSIQUIATRIA CONTEMPORÂNEA

O DIAGNÓSTICO PSIQUIÁTRICO ONTEM E HOJE (E AMANHÃ?), de Luiz Salvador de Miranda Sá Jr., Editora ABP, 2010, 628 pp.

Fernando Portela Câmara

O eminente e reconhecido psiquiatra e professor Luiz Salvador de Miranda Sá Jr. publicou mais uma obra, e como as anteriores, já um clássico desde o lançamento. De fato, ela não apenas é uma síntese da sua obra anterior, mas uma realização que contribui em definitivo para o entendimento das bases e estrutura do pensamento psiquiátrico.

Edição primorosa, impressão de primeira qualidade (pude até ler sem óculos), destaques em negritos e requintes tipográficos que ajudam tremendamente a organizar a leitura e reter os tópicos. É agradável ler, não cansa, e os tons não sobrecarregam a retina. A arte mistura o livro ao símbolo que o preside: a árvore do conhecimento.

A obra é definitiva, e não tenho dúvida ser a masterpiece do ilustre professor. A clareza e o fluir da narrativa prende de imediato a atenção, mostrando como se construiu passo a passo a estrutura do diagnóstico, de como o pensamento e a lógica operam tal conhecimento, como o saber gerado se organizou em classificação e como esta se diversificou e se orientou (para quem conhece  obra do psiquiatra José Octávio de Freitas Jr, encontrará também um breve resumo de sua classificação). Para se ter uma idéia do caráter único desse livro, recomendo para uma leitura inicial, o capítulo 15 (sobre a conceituação explicativa) onde o leitor verá o detalhamento e a clareza de um autor preocupado em transmitir ao leitor todos os fundamentos em que o conhecimento científico se organiza.

É urgente que todos os psiquiatras o leiam, pois essa obra criou inevitavelmente um marco na psiquiatria – embora, talvez, não tenha sido este o propósito do autor -, não apenas revitalizando-a, mas recriando o saber psiquiátrico que se perdeu entre os livros e os doentes nas faculdades de medicina e nas residências médicas. Para ser mais breve, essa obra de Luiz Salvador é um Fiat! - a essência que insemina a matéria. Enfim, estou convencido de que ninguém pode mais constituir-se psiquiatra sem acrescentar à sua formação o saber contido no livro aqui citado. Professores, alunos e clínicos terão muito proveito na leitura deste livro. Os estudantes de psiquiatria e da medicina em geral, terão a oportunidade de terem em suas mãos uma referência que será decisiva na formação de suas enteléquias. Este é o legado de Luiz Salvador.

Ali está o que vem antes da psicopatologia, o que lhe deu a forma, e o que virá depois.


TOP