Volume 22 - Novembro de 2017
Editor: Giovanni Torello

 

Maio de 2004 - Vol.9 - Nº 5

Psicanálise em debate

O psicanalista lê os jornais

Sérgio Telles

1. As Fotos da Tortura no Iraque

São várias as fotos. Não as tenho agora sob minhas vistas e as descrevo de memória. A primeira coisa que nelas chama a atenção é a nudez dos prisioneiros, contrastada com a pesada vestimenta militar dos soldados americanos. Numas fotos, eles estão amontoados uns sobre os outros, como uma pirâmide de corpos nus, observados por soldados. Noutra, os prisioneiros estão enfileirados e um deles manipula os próprios orgãos genitais, no que é observado por uma soldada que parece se divertir com a situação. Mais uma e vemos a mesma soldada apontando para os genitais de um prisioneiro, como que ridicularizando-o. Uma outra: um soldado sentado sobre o corpo de prisioneiro deitado no chão. Cães retidos por soldados ameaçam atacar um prisioneiro despido. Prisioneiros simulam relações sexuais. Aquela soldada, a mesma que aparece em várias fotos e que depois viemos a saber que se chama Lynddie England, segura uma coleira presa ao pescoço de um prisioneiro despido, que se arrasta pelo chão.

Pergunto-me porque me esforço em descrever fotos que circularam e foram vistas pelo mundo inteiro. Pareceria um trabalho desnecessário. Mas penso que, ao descrevê-las, ao escrever sobre suas características, eu as retiro do registro visual e as recodifico na linguagem escrita. O efeito imediato sobre isso é o escapar do fascínio que a imagem - qualquer imagem - sempre nos provoca. A imagem nos seduz e nos suga para seu interior, tornando mais difícil o sempre penoso trabalho de pensar. E o que pretendo aqui é justamente pensar sobre essas fotos. Não apenas me revoltar com a violência da situação ou - mais secretamente - gozar com as cenas sado-masoquistas ali representadas.

Como disse acima, o que logo atrai nosso olhar é a nudez dos prisioneiros. Porque ela nos atrai o olhar tão intensamente? Porque ela nos escandaliza mais que os corpos mutilados e mortos, vitimados dos bombardeios e tiros decorrentes das ações da guerra? Por que a nudez é usada como instrumento de tortura?

O texto completo encontra-se no livro: "Visita às casas de Freud e outras viagens" - Casa do Psicólogo, 2006.


TOP